A esperança é a âncora da alma no mar

tempestuoso da existência.

 

 

VOLTAR

 

 

Naqueles momento de indignação, raiva e revolta por alguma dessas injustiças, usurpações e maldades que acontecem a todo momento, convém voltar o olhar para o futuro, para o mundo de regeneração que a Terra será, e pensar:

“Tudo isto já está começando a mudar, muito lentamente, mas está, e o domínio de todos esses que praticam o mal, que se comprazem com ele, está chegando ao fim.”

E com esse tipo de pensamento, pedir ao Pai para ajudar essas criaturas a compreender seus enganos, enquanto ainda na Terra.

 

É preciso ter... ESPERANÇA                                           

Falar em esperança é falar em vida, na beleza, no bom, no que faz bem. Ela é a âncora da alma no mar tempestuoso da existência.

 Por que não cultivá-la, se é ela o próprio alicerce da vida? Já pensou como seria se não houvesse esperança de paz na Terra, de dias melhores, de que a tempestade passe e o amigo dobre a esquina e venha ao nosso encontro?...Esperança de que os ódios se transformem em fraternidade, que o doente se restabeleça e que o sol continue a nascer todas a manhãs?

Ah, esperança, tua cor é verde como a vegetação que cobre nosso planeta... O verde é repousante, acalma, harmoniza...

 Dizem que ela é a última que morre. Eu diria que ela não morre, nunca morrerá, nem mesmo com a própria morte, que não é o fim, apenas transição para outra existência.

Se você é cego, não perca a esperança. Mesmo que nesta vida não hajam chances para voltar a ver, na outra vida, depois da morte, você vai enxergar. 

Se você é deficiente físico, não consegue andar, acredite na Vida, ela é bela mesmo assim, porque é a escola do espírito, onde aprendemos a viver e ganhamos experiência e valores interiores, com vistas à eternidade. Acredite na Vida e acenda a luz da esperança no seu coração, porque na outra vida, depois da morte, você volta a andar, a correr, a locomover-se com seus próprios pés. 

Se sofremos aqui no planeta é porque estamos precisando das lições que o sofrimento proporciona. A dor é luz, se não, é o seu prenúncio. 

O ser humano é frágil... e é a esperança que lhe dá motivação para não morrer na praia depois de cada naufrágio. Nós vivemos a naufragar... Quando menos esperamos as tempestades da vida nos atiram ao fundo e as ondas das derrotas e das dificuldades nos cobrem com seu peso. Mas a força da vida nos arrasta para a praia e aí, é a esperança que nos dá novas energias e alento para recomeçar. E é neste infindável recomeçar que vamos aprendendo a grande lição da Vida, a mesma que Jesus ensinou, e que pode ser sintetizada assim:

 Se queres  viver bem e ser feliz, faz com que a tua vida seja uma constante contribuição para a felicidade e o bem estar dos outros; sê sempre um presença benéfica onde estiveres, porque “tudo que quiseres que os outros te façam, faze-o tu também”.

 São estas lições de fraternidade que vamos aprendendo a cada novo dia, sob as claridades da esperança e na força da fé.

 E tem mais, a vibração da esperança, do otimismo é boa para a saúde, para o bem estar físico e mental. Também é boa para a prosperidade material, porque gera em nós em campo magnético positivo, que atrai pessoas e situações também positivas. 

Busquemos, pois, cultivar a esperança, como força da própria vida, que nos vem pela mãos do Criador.

 Saara Nousiainen